Reunião do Projeto Relatório especial sobre clima e biodiversidade.

Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas (PBMC), em parceria com a Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (BPBES), a Fundação Grupo Boticário (FGB) e a Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável (FBDS) irá iniciar o seu ciclo de elaboração do 4º Relatório Especial.

O 4º Relatório Especial buscará promover uma sinergia entre as Convenções do Clima (Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima - UNFCCC) e Biodiversidade (Convenção sobre Diversidade Biológica - CDB), além de avaliar os impactos das mudanças climáticas sobre a biodiversidade, e de como esta poderá atuar na adaptação à mudança do clima.


Assim como ocorre no Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas, o IPCC, o PBMC vem elaborando relatórios especiais sobre temas específicos. O 1º Relatório Especial foi sobre "Mudanças Climáticas e Cidades"; o 2º Relatório "Impacto, Vulnerabilidade e Adaptação das Cidades Costeiras Brasileiras às Mudanças Climáticas; e o 3º Relatório Especial "Tecnologias Disruptivas de Baixo Carbono para Setores-Chave no Brasil".

Os relatórios podem ser acessados no seguinte endereço: http://www.pbmc.coppe.ufrj.br/…/p…/relatorios-especiais-pbmc

We’re witnessing the fastest decline in Arctic sea ice in at least 1,500 years

The Arctic Ocean once froze reliably every year. Those days are over.

Arctic sea ice extent has been measured by satellites since the 1970s. And scientists can sample ice cores, permafrost records, and tree rings to make some assumptions about the sea ice extent going back 1,500 years. And when you put that all on a chart, well, it looks a little scary.

In December, NOAA released its latest annual Arctic Report Card, which analyzes the state of the frozen ocean at the top of our world. Overall, it’s not good.

“The Arctic is going through the most unprecedented transition in human history,” Jeremy Mathis, director of NOAA’s Arctic research program, said at a press conference. “This year’s observations confirm that the Arctic shows no signs of returning to the reliably frozen state it was in just a decade ago.”

The report, which you can read in full here, compiles trends that scientists have been seeing for years. The Arctic is warming at twice the rate of the rest of the world. And 2017 saw a new record low for the maximum sea ice extent (i.e., how much of the Arctic ocean freezes in the coldest depths of winter).

 

Leia mais em: VOX

Mar subirá 20 cm a cada 5 anos de atraso para reverter aquecimento global

Conclusão é de estudo publicado na Nature Communications; segundo pesquisadores, mesmo que metas do Acordo de Paris sejam cumpridas, oceanos terão elevação de 70 cm a 1,2 metro até 2300.

Nos próximos 200 anos, a elevação média do nível dos oceanos será de 70 centímetros a 1,2 metro, caso seja cumprida a meta do Acordo de Paris que limita o aquecimento global a um máximo de 2°C até o final do século. Mas a estimativa só vale caso as médias globais de temperatura cheguem ao seu pico até 2020 e comecem a cair em seguida. Após 2020, cada cinco anos de atraso para atingir o pico de aquecimento correspondem a 20 centímetros a mais no nível dos mares.

As conclusões são de um estudo liderado por cientistas do Instituto Postdam para Pesquisas sobre o Impacto Climático (Alemanha) e publicado hoje na revista Nature Communications. No artigo, os pesquisadores também concluíram que não existe mais a possibilidade de uma estabilização do nível dos oceanos, ainda que as metas do Acordo de Paris sejam rapidamente atingidas.


"As mudanças climáticas provocadas pelo homem já deixaram pré-programada uma certa quantidade de elevação do nível dos oceanos para os próximos século e, com isso, pode parecer para alguns que nossas ações atuais não fazem grande diferença. Mas nosso estudo mostra como essa percepção é errada", disse o autor principal do estudo, Matthias Mengel, do Instituto Postdam.

Leia Mais Em o Estadão

Rio teve mais de sete mil raios em quatro horas durante temporal

RIO — A tempestade que castigou o Rio provocou a incidência de 7.096 raios apenas entre as 22h desta quarta-feira e as 2h desta quinta, na Região Metropolitana. Foram 4.089 raios apenas na capital do estado, de acordo com o Instituto Climatempo. O volume de chuva e a força dos ventos também foram impresisonantes. Em apenas uma hora, choveu na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, mais do que era esperado para todo o mês de fevereiro.

Durante a tempestade, moradores relataram nas redes sociais o quanto ficaram assustados com a quantidade de raios. "Nunca vi tantos raios seguidos como está acontecendo agora aqui no Rio há mais de 20 minutos. Parece um estroboscópio que pisca sem parar. Que Deus nos proteja!", disse uma usuária do Facebook. "Nunca vi tantos raios aqui no Rio. Parecia o inicio do filme Guerra dos Mundos", afirmou outro internauta.

Segundo o Alerta Rio, o maior volume de chuva foi observado na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade, onde foram registrados 134 milímetros entre 5h desta quinta e 5h desta quarta.

— Em apenas o período de uma hora, choveu 123 milímetros na Barra da Tijuca. Isso é mais do que o normal para o mês de fevereiro no bairro — disse o meteorologista Bruno Maon, do Instituto Climatempo.

No entanto, de acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), foram registrados 149 milímetros no Alto da Boa Vista, o que configuraria o maior número. Quanto a outros municípios, o Cemaden informou o registro de 145 milímetros em Angra dos Reis.

Outros registros de chuva de alto volume na cidade do Rio foram observados em Jacarepaguá (129 mm), Piedade (114 mm) e Recreio (113 mm), conforme dados do Alerta Rio.


Leia mais: https://oglobo.globo.com/rio/rio-teve-mais-de-sete-mil-raios-em-quatro-horas-durante-temporal-22399477#ixzz57ka7PMH9

Mais itens...

  1. Baixas temperaturas matam tubarões no inverno dos EUA
  2. Onda de frio extremo sem precedentes atinge o Canadá
  3. Governo do Ceará decreta situação de emergência em 41 cidades devido à estiagem
  4. Arctic permafrost thawing faster than ever, US climate study finds
  5. Câmara mantém incentivos fiscais para empresas do setor de petróleo até 2040
  6. Como estados, cidades e municípios podem se adaptar às mudanças do clima?
  7. Protocolo de Quioto faz 20 anos
  8. Trump decreta estado de emergência na Califórnia devido aos incêndios
  9. California will burn until it rains — and climate change may keep future rains away
  10. Lançamento da Plataforma AdaptaCLIMA
  11. Em 4 anos, secas e inundações afetam 55,7 milhões de brasileiros
  12. Mudança do clima pode dobrar perdas no semiárido do Nordeste
  13. Por que a previsão do tempo pode ser interrompida a qualquer momento no Brasil?
  14. Consulta Pública – 2017
  15. UNDP-Green Climate Fund project to benefit coastal communities vulnerable to climate-related impacts in Viet Nam
  16. "Temos 5% de chances de alcançar meta climática"
  17. A COP 23, conferência para o clima da ONU na Alemanha, terminou sem muitos avanços
  18. COP23 entrega o que prometeu, mas não o que precisamos
  19. U.N. Climate Projects, Aimed at the Poorest, Raise Red Flags Image
  20. Discurso da chanceler alemã desanima ambientalistas na COP23
  21. Planos de venda rápida levantam temores quanto a uma corrida global pelas reservas do pré-sal
  22. “Não podemos repetir Copenhague”, diz brasileiro
  23. Entre a poesia e a eficácia na COP 23
  24. A 23ª Conferência do Clima da ONU, a COP23 "UN Climate Change Conference 2017" busca aumentar de forma rápida e conjunta o nível de ambição nas negociações.
  25. COP23 Kicks Off with Strong Calls to Hold to Paris Agreement Path
  26. Biomassa como energia sustentável
  27. PBMC Report Launch at COP 23 - Espaço Brasil na COP 23
  28. AdaptaClima: Andrea Santos, Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas
  29. Artigo: Precisamos falar sobre o clima
  30. 2017 deve terminar entre os três anos mais quentes do registro histórico
  31. O que nós esperamos da COP23
  32. Melhor cenário de corte de emissões de CO2 resolve só 1/3 do aquecimento global
  33. Entrevista: ‘Não basta reduzir as emissões, mas criar mecanismos de nos adaptar’, diz especialista
  34. Desmatamento faz emissão de gás do efeito estufa subir 8,9% no Brasil
  35. Emissão de gases-estufa subiu 9% no Brasil em 2016
  36. Quem faz mais pelo clima na América Latina?
  37. OS TRILHÕES DE PREJUÍZOS COM DESASTRES NATURAIS NOS EUA
  38. Ophelia: Storm kills three people as high winds wreak havoc across Ireland and UK
  39. Número de mortos nos fogos sobe para 41
  40. É urgente mudar nosso estilo de desenvolvimento, - diz professora da UFRJ
  41. Novos incêndios deixam ao menos 40 mortos em Portugal e Espanha
  42. Estudo liga energia menos poluente a redução de mortes
  43. Vieram para ficar
  44. Sustainable Wood
  45. Impactos da elevação das marés em Santos já são visíveis
  46. #Leilãofóssilnão: que campanha brasileira é essa que está mobilizando o mundo todo?
  47. O Brasil está pegando fogo
  48. Porto Rico aguarda inundações catastróficas depois do furacão Maria. Há 15 mortos em Dominica
  49. We’re building roads to withstand last century’s climate
  50. Furacão Maria se fortalece e atinge nível 5: 'potencialmente catastrófico'
  51. Hurricane Maria strengthens to category three storm and heads for Caribbean
  52. Pesquisa aponta queda de 70% na produção de castanha-da-amazônia
  53. Yes, climate change made Harvey and Irma worse
  54. 'História vai julgar quem não agir contra aquecimento global', diz Papa
  55. Estudo alerta para efeito devastador da fumaça das queimadas na saúde
  56. Perspectiva sombria para geleiras asiáticas pelo aquecimento global
  57. Por que nos esquecemos das vítimas de catástrofes ambientais da Índia e do continente africano?
  58. Poluente emitido pela queima de biomassa causa dano ao DNA e morte de célula pulmonar
  59. The Guardian view on climate change: see you in court
  60. Irma provoca destruição e mortes nos EUA
  61. Furacão Irma deixa mortos em sua passagem pelos EUA
  62. Furacão Irma atinge a Flórida e causa mortes; centro de Miami está inundado
  63. Após Irma, tempestades Kátia e José se tornam furacões no Atlântico
  64. Furacão “Jose” é elevado para categoria quatro e avança para áreas devastadas pelo “Irma” no Oceano Atlântico
  65. Furacão “Irma” torna-se a tempestade mais duradoura já registrada em todo o planeta Terra
  66. Furacão Irma destrói 95% da ilha de São Martinho no Caribe
  67. Furacão “Irma” torna-se um “monstro” e devastação pode atingir países do Caribe até a Flórida, Estados Unidos
  68. Especialista explica efeitos das mudanças climáticas
  69. Cobertura Quente de Evento da ONU (COP-23)
  70. Clima Info
  71. FURACÃO HARVEY NÃO VEIO DO NADA. É HORA DE FALARMOS SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS.
  72. As enchentes da Índia expõem a vulnerabilidade dos países pobres às mudanças climáticas
  73. Did Climate Change Intensify Hurricane Harvey?
  74. Estudo da Ufac aponta que nos próximos 13 anos o Rio Acre pode secar
  75. Silver linings: the climate scientist who records cloud behaviour
  76. Atentado ambiental
  77. Software ajudará a construir plano estadual de mudanças climáticas
  78. Temperatura na capital já aumentou mais de 1ºC, diz estudo
  79. No Alasca, geleiras escancaram impacto de mudanças climáticas
  80. Mudanças no clima no país afetarão abelhas e polinização de culturas Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link http://www.valor.com.br/agro/5073044/mudancas-no-clima-no-pais-afetarao-abelhas-e-polinizacao-de-culturas ou
  81. A ‘mini-Katrina’ flooded parts of New Orleans
  82. Arctic sea-ice decline weakens the Atlantic Meridional Overturning Circulation
  83. Vivi o bastante para ver um megaincêndio na Groenlândia
  84. Human-caused warming likely led to recent streak of record-breaking temperatures
  85. Poluição no ar mata 11 mil por ano em São Paulo
  86. Desastres relacionados ao clima podem afetar cerca de dois terços dos europeus até o final deste século
  87. Temperaturas de onda de calor ‘Lúcifer’ ultrapassam 40ºC na Itália e no leste da Europa
  88. Onda de calor deixa Europa em alerta e prejudica vinho italiano
  89. Onda de calor deixa 11 países da Europa em estado de emergência
  90. Portugal com 79% do território em seca severa e extrema
  91. Reservatório de Sobradinho atinge nível mais baixo desde sua criação
  92. Negacionismo do clima e também do desenvolvimento sustentável
  93. Terra pode aquecer até 5° C neste século, diz estudo
  94. Agência da ONU registra recordes de calor em diferentes partes do mundo nos meses de maio e junho
  95. Catástrofe climática: a Terra inóspita e inabitável
  96. Esplanada coberta por neve? Confira imagens do frio em Brasília há 55 anos
  97. Nevasca em Bariloche prenuncia chegada de frente fria no Brasil
  98. Iceberg gigante se desprende na Antártica
  99. Major correction to satellite data shows 140% faster warming since 1998
  100. Global Warming Might Be Speeding Up

Unicast